Foto: Aderbal Nascimento

O projeto que produz doces, salgados e outros derivados do licuri em Lagoa da Roça, zona rural de Campo Formoso (BA), poderá receber recursos do Governo da Bahia para construção de uma cozinha comunitária e um galpão após visita técnica da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), prevista para o dia 03 de abril. A informaçao foi confirmada pela associação do povoado nesta quinta-feira (21).

“O galpão poderá ser construído para armazenar a biomassa, que é a casca e amêndoa do licuri. (…) A cozinha vai ter os padrões higiênicos, a autorização da vigilância sanitária para poder trabalhar com os derivados do licuri e frutas”, disse o presidente da associaçao, Aderbal Nascimento, em entrevista ao Jornal da rádio 98 FM.

Agricultoras selecionando licuri na forma bruta. Foto: Aderbal Nascimento

Cerca de 40 famílias são beneficiadas com o projeto, atualmente apoiado pela ONG Extensão Amazônia e  Instituto Intercement.

A iniciativa de Lagoa da Roça também está entre os destaques de sobrevivência com o serimáriado no interior da Bahia que vão ser exibidos no documentário produzido para comemorar os 15 anos da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (FETRAF-BA).

Ainda segundo o presidente Aderbal, outra novidade é um estudo a ser feito pela Universidade do Estado da Bahia, campus de Senhor do Bonfim (BA), com foco nas características da matéria-prima do projeto. “O intuito é conhecer as dificuldades e a importância do extrativismo do licuri em nível regional, uma forma também de divulgar o nome de Campo Formoso”, afirmou.

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais
Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

17 − oito =