Foto: Sise

Os servidores públicos de Campo Formoso (BA) aderiram à paralisação nacional contra a reforma da Previdência Social nesta sexta-feira (22), e percorreram ruas no centro da cidade. O movimento reuniu dezenas de profissionais e foi organizado pelo Sindicato dos Servidores em Educação (SISE).

Com cartazes e faixas, os manifestantes protestaram contra o fim da aposentadoria especial do professor, contribuiçao por 20 anos para trabalhadores rurais, alteração da idade para mulheres conseguirem o benefício, entre outros pontos previstos no projeto de lei que está no congresso.

Foto: Sise

Os servidores saíram do Colégio Augusuto Galvão, logo após uma assembleia com a diretoria do sindicato, passaram pela avenida Cândido Ribeiro Peralva e praça Herculano Menezes e encerram o ato nas proximidades da sede do Instituto de Previdência de Campo Formoso (IPCF).

Ao Notícias iMais, o presidente do Sise, Maurício Hermógenes, criticou a proposta da reforma da Previdência do Governo Federal e lamentou o endividamento do IPCF. ” O município tem uma dívida parcelada de mais de R$ 50 Milhões, e já tem uma dívida nova, fora do parcelamento, acumulada em quase R$ 11Milhões (…)”, disse ao Notícias iMais.

Por: Macário/Notícias iMais
Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui