Dezenas de pessoas participaram da inauguração da agroindústria da mandioca realizada nesta quinta-feira (25) em Caraíbas, zona rural de Campo Formoso (BA). Coordenado pela associação Fazenda Sacaibá, o projeto vai produzir farinha, beiju, biscoito, bolo e outros derivados em larga escala.

A iniciativa já tem certificação da vigilância sanitária. O projeto dispõe de fornos, pias, ralador automático, máquina de retirar a tapioca, prensa, cozinha comunitária, banheiros e escritório. Cerca de 70 famílias vão ser beneficiadas.

“É a realização de um sonho. Foram longos anos e a expectativa é muito grande para aumentar a renda familiar e beneficiar nossa matéria-prima que tem aqui em abundância, e nossa cultura também”, disse a agricultura e representante da associação, Bianca de Oliveira ao Notícias Imais.

O projeto foi desenvolvido pelo Instituto InterCement e custou cerca de R$ 400 mil, incluindo capacitação, equipamento, gestão e operação comercial, segundo informações do Instituto Meio, entidade responsável pela articulação. De acordo com o representante dela, Eduardo Parente, nos próximos três meses os agricultores devem comercializar para outras cidades.

“A meta é produzir vinte toneladas por mês. Tem capacidades de produzir acima disso. A produção começa agora, a gente já tem alvará de funcionamento. Estamos confeccionando embalagens com código de barras”, o representantes do Instituto Meio afirmou ao NotíciasiMais.

Além de moradores da comunidade, o evento teve também a participação de representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, vereadores, secretários municipais e do vice-prefeito Ismael Pereira.

 

 

Por: Leandro Daniel/NotíciasiMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui