O principal assuntou discutido na Câmara de Vereadores de Campo Formoso (BA) na noite desta terça- feira (23) foi o pouco aproveitamento da mão de obra local na construção de mais um parque eólico no município. E o quadro Lado a Lado do blog Notícias iMais ouviu os vereadores Vasconde Gomes (PSD) e Jacy Muniz (DEM) sobre a polêmica.

De acordo com parlamentar Vasconde, o problema se arrasta desde a chegada das empresas em Campo Formoso. “Tive a oportunidade de participar de uma reunião no povoado Caraíbas com a empresa mãe, Papiro, e com as terceirizadas. O que eu pude observar é que eles estão tentando enrolar a população porque levam pronta uma pronta uma apresentação com toda sistemática que vai desde a construção até a finalização da parte de energia, mas não mostram uma proposta concreta de como pretendem contratar mão de obra local”, afirmou.

“As empresas geralmente não cumprem o acordado e trazem muita mão de obra de fora. Inclusive, alguns benefícios prometidos dentro da comunidade, portanto é importante que este parlamento esteja empenhado juntamente com a gestão municipal para impor que as empresas contratem mão de obra local. (…) É necessária audiência pública”, afirmou Jacy.

 

Ao Notícias I Mais, o presidente da Câmara de Vereadores, Zé Lambão (PSD), afirmou que os vereadores precisam ir urgentemente ouvir as empresas. “A minha opinião é que todos os vereadores fôssemos ao foco, aos representantes das empresas cobrar explicações, o que está acontecendo, quais os critérios que estão escolhendo para dar emprego a estas pessoas”, disse o presidente.

Por: Macário/NotíciasiMais

Compartilhar :

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui