Foto: Leandro Daniel

Dezenas de estudantes de Campo Formoso (BA) que fazem cursos técnicos e de nível superior nos municípios de Senhor do Bonfim (BA), Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) participaram de uma audiência pública nesta terça-feira (30) para discutir a oferta e a qualidade do transporte público fornecido pela prefeitura.

A discussão aconteceu no auditório do Colégio Augusto Galvão e foi mediada por uma equipe composta por representantes do setor de transportes, secretaria de administração e procuradoria jurídica da prefeitura.

Foto: Leandro Daniel

Os estudantes que se deslocam de segunda-feira à sexta-feira para as instituições de ensino de Juazeiro e Petrolina reivindicam à prefeitura que volte a custear parte das passagens. Além disso, eles alegam que os dois micro-ônibus utilizados não possuem sanitários e alguns assentos não têm cinto de segurança.

Foto: Leandro Daniel

“Hoje o valor está três vezes mais do que pagávamos o ano passado. Porque a gente arca com uma parcela, a prefeitura arca com uma parte, e a outra é rateada entre os estudantes. E ela não está cabendo no orçamento da maioria do pessoal”, afirmou a estudante de Psicologia, Marilândia Alecrim, ao blog Notícias iMais.

Já os universitários que viajam para Senhor do Bonfim relataram na audiência pública o atraso da saída do transporte de Campo Formoso e a precariedade de alguns veículos.

“Faltam janelas e bancos, há superlotação. E tem a questão dos horários que não são cumpridos, porque a gente perde muita aula. (…) A pessoa chega com 1h de atraso e sai meia hora antes da aula terminar (…). No sábado vai o pessoal ensino médio, técnico e superior, todos num ônibus só. E muita gente acaba pagando para ir”, disse Joedson Santos Carvalho do curso de Ciências da Computação do IF Baiano.

O procurador Jurídico da prefeitura, advogado Lauríston Ribeiro, sugeriu aos os estudantes que criem uma comissão e uma associação para apresentar as reivindicações.

“A educação é um direito de todos, está na constituição, é um dever do Estado, dos municípios e da União. O transporte em nível superior já deixa de ser, a regulação dela é de forma diferente. (…) A gestão está preocupada! Tão logo seja formalizada a comissão e chegue até nós, vamos marcar uma reunião mais fechada com a gestão para discutirmos todos os pontos”, disse.

O vereador Júnior Nascimento (DEM), o assistente de alunos do IF Baiano, Robson Marques, além de alguns pais de alunos também participaram da discussão.

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais
Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui