Foto: redes sociais

A operação Captiosus feita pela 19ª Coordenadoria da Polícia Civil nesta quinta-feira (21), nos municípios de Campo Formoso (BA), Senhor do Bonfim (BA), Jaguarari (BA) e Ponto Novo (BA) identificou que até pessoas analfabetas conseguiam comprar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na Ciretran de Senhor do Bonfim, por intermédio dos Centros de Formação de Condutores investigados.

Numa matéria veiculada na rádio 98 FM, o delegado Felipe Neri, responsável pela operação, deu detalhes da apuração. “Tem dois anos que a gente vem investigando esta situação na Ciretran de Senhor do Bonfim com proprietário e servidores de autoescola e servidores da Ciretran. (…) Pessoas sem a menor condição pagavam para receber a habilitação, inclusive pessoas analfabetas”, disse o policial.

A Polícia Civil fez 20 buscas e apreensões. Na relação apresentada apresentada à imprensa foram presas:

1- Arlivan Carvalho Gonçalves;
2- Rute Maia Batista;
3- Manoel Regivaldo Vitor Damasceno;
4- Maria Angélica Rodrigues;
5- Emerson Pinheiro Sena Gomes;
6- João Bosco Soares Guimarães;
7- Carlos Alberto Menezes Andrade;
8- Reinivan Silva Alves;
9- Antônia Maria de Carvalho Conceição;
10- Marley Pollyanna Carvalho Feliz e
11- José Sergio Aleixo da Silva.

Ainda de acordo com a matéria da rádio 98 FM, o vereador de Campo Formoso (BA), Arlivan Gonçalves (PDT) afirmou que está  tranquilo, apesar das prisões dele e da esposa Rute.

Fotos: redes sociais

“Até agora estou aqui aguardando o processo para ver o que é, estou com quatro advogados para saber o que é esta visita em minha casa, esta busca e apreensão. (…) Estou tranquilo, a Rute está também, não tem problema nenhum”, comentou o parlamentar Arlivan.

Para defesa do vereador, a previsão preventiva, que não tem tempo determinado de cumprimento, foi considerada precipitada. “Cabe a nós ajuizar o habeas corpus no Tribunal de Justiça em Salvador (BA), que vai conceder a liberdade ao vereador Arlivan e sua esposa. (…) Nos surpreende esta decisão que já decretou de imediato a prisão preventiva, haja vista que os meus clientes se quer foram convocados a prestar esclarecimento”, falou o advogado João Pedro Dias.

Repercussão

A operação da Polícia Civil foi destaque nos principais veículos de TV, rádios e sites em toda Bahia e surpreendeu até mesmo o deputado estadual Adolfo Menezes (PSD), que foi responsável por indicar cargos na Ciretran de Senhor do Bonfim.

Numa entrevista concedida também à rádio 98 FM de Campo Formoso na tarde desta quinta-feira, Adolfo afirmou que nunca usou os cargos indicados por ele para se beneficiar na política.

“Todo mundo sabe na região que a Ciretran é um órgão em que o dirigente e outros funcionários foram indicados por mim, há mais de 20 anos. Nunca usei o órgão politicamente. (…) E se for comprovado que fizerem o mal feito, nunca mais vão voltar para o serviço público”, disse o deputado Adolfo.

A Polícia Civil informou que entre e hoje e esta sexta-feira (22), os presos serão encaminhados para o Conjunto Penal de Juazeiro (BA), pois o Complexo Policial do município de Senhor do Bonfim está interditado pela justiça.

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais com informações da rádio 98 FM

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

18 − quatro =