Foto: EBC

Dezoito colégios municipais situados na zona rural de Campo Formoso (BA) foram contemplados esta semana com o projeto “Cisternas Na Escola”, que é executado pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC).

De acordo com o MOC, as cisternas de consumo humano serão construídas a partir de dezembro. Entre os nos povoados inseridos no projeto estão Brejão da Caatinga, Lagoa da Roça, Baixio, Varzinha, Curral Velho, Poços, Patos I, Gameleira do Dida, Pacuí, Tiquara, Araras, Vila Dos Pauzinhos, São Tomé e Curral da Ponta.

Numa entrevista veiculada na rádio 98 FM nesta quinta-feira (08), a coordenadora do MOC, Ana Gleice Silva, disse que profissionais das escolas já começaram a receber formação. “Estamos com as merendeiras, e daqui a duas semanas vãos nos reunir com os professores numa ação modelar com três módulos debatendo identidade, cidadania, questões racionais, escola na escola”, comentou.

Foto: Aderbal Nascimento

Ainda de acordo com a coordenadora Ana Gleice Silva, o MOC vai também construir outras tecnologias de captação de água chuva em comunidades de fundo fecho de pasto, principalmente em áreas quilombolas. “Vamos atender 216 famílias da zona rural com água para consumo humano. (…) Cada tecnologia é de 16 mil litros”, afirmou.

As duas ações são financiadas pela Articulação do Semiárido-ASA, e conta com o apoio de entidades como Sintraf, além da prefeitura de Campo Formoso (BA).

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dois − um =