A 54ª Companhia Independente de Polícia de Militar está executando a “Operação Duas Rodas” na cidade de Campo Formoso (BA) para prevenir roubos de motos.

Segundo o comandante da corporação Major Miguel Ângelo, essa ação policial o trabalho feito por motociclistas militares da ROCAM tem três objetivos principais: combater o roubo de veículos de duas rodas, apreender motos com descarga furada, de sucata leiloada que recebe a baixa do Detran, mas que não pode trafegar mais pelas ruas. Além disso, a operação visa fiscalizar documentos e equipamentos de uso obrigatório.

 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a operação pretende prevenir os acidentes com motos, neste caso, a exigência do uso de capacetes, para evitar mortes e mutilações, principalmente nas pessoas mais jovens de Campo Formoso.

O comando da PM informou também que ao final da “Operação Duas Rodas”, todos as motos irregulares serão multadas e encaminhados para o pátio da empresa Rodando Legal, terceirizada do DETRAN em Senhor do Bonfim (BA). Em seguida, os veículos são vão ser liberados após o pagamento das multas, do guincho e do valor referente ao período em que a moto permanecer apreendida.

De acordo com a PM, seis motos em situação irregular foram encaminhadas  para Senhor do Bonfim.

O comandante Major Ângelo destaca três aspectos importantes no em relação à condução de motos irregularmente:

O Código Nacional de Trânsito prevê que para poder dirigir a pessoa precisa ter 18 anos completos e não estar impedido por problemas mentais, e que dirigir sem ter a CNH – Carteira Nacional de Habilitação, ou PPD – Permissão Para Dirigir.É considerado infração de trânsito gravíssima, passível de multa, perda de pontos na CNH e apreensão do veículo. Os menores de 18 anos que são flagrados dirigindo veículos estão sujeitos ao cumprimento de medidas socioeducativas.

Já o ruído excessivo de moto produzido por descarga adulterada (furada) constitui infração grave sendo aplicado “multa”, acarretando a perda de cinco pontos na CNH e a retenção do veículo até que a descarga seja trocada.

O comandante finaliza alertando que um ciclomotor leiloada como sucata recebe a baixa do Detran e não poderá circular mais pelas ruas  e essas motos devem ser apreendidas pela PM e o valor pago pelo condutor para adquirir o veículo não será restituído sendo que o seu proprietário ainda poderá responder criminalmente por qualquer adulteração de sinal identificador de veículo baixado.

 

Foto: 54ªCIPM

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais com informações da 54ª CIPM

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

5 − 3 =