O velório do organizador e tocador de reisado, Arivaldo Joaquim Daniel, o popular Seu Barriga, 69 anos, da região de Brejão da Caatinga, zona rural de Campo Formoso (BA), não foi marcado somente por lágrimas, mas pelo som do pandeiro, da viola, do triângulo e de outros instrumentos musicais, no final da tarde desta sexta-feira (07).

A homenagem feita por amigos e familiares durante o último adeus aconteceu dentro de um espaço de shows e outros eventos culturais construído por Seu Barriga na avenida Joaquim Pereira, em Brejão da Caatinga.

Causa da morte

Segundo familiares, seu Barriga passou mal na própria residência na tarde da quinta-feira (06), foi levado às pressas para o Hospital São Francisco em Campo Formoso, sofreu duas paradas cardíacas, não resistiu e faleceu na madrugada da sexta-feira.

                                           Seu Barriga. (Foto: rede social)

Ao blog Notícias iMais, o pedreiro José Aurelino Pereira, o Lé, que há décadas participava do reisado de Seu Barriga lamentou a morte do amigo. “Grande perda para nossa comunidade. Não sei se o reisado vai continuar”, afirmou.

Instrumentos usados na apresentação de reisado

Admiradores da manifestação cultural que residem na localidade de Rancho do Padre, no limite entre os municípios de Campo Formoso e Umburanas, também ficaram abalados. “Era bem feito o reisado que ele fazia e vai deixar muita saudade para nós”, comentou seu Antônio Souza ao Notícias iMais.

O sepultamento aconteceu também no cemitério Brejão da Caatinga ao anoitecer.

O envolvimento com o reisado

Em entrevistas veiculadas nos últimos anos na rádio 98 FM de Campo Formoso sobre a importância do dia de Reis celebrado em 06 de janeiro, Seu Barriga sempre afirmava que esta manifestação cultural foi encabeçada e transmitida por seus avós há mais de 100 anos.

Além dos instrumentistas, várias pessoas sempre acompanhavam as apresentações feitas gratuitamente nos meses de dezembro e janeiro, ou a depender de convites das escolas de Brejão em datas comemorativas, como também em eventos promovidos pelo departamento municipal de cultura em praças da cidade de Campo Formoso.

Apesar de ter passado uma temporada no estado de São Paulo em meados da década de 1990, o agricultor, comerciante e agente da cultura popular jamais deixou a manifestação morrer, prova disso, foram os investimentos próprios na compra de equipamentos musicais e vestimentas.

                  À esquerda, caracterizado Marivaldo Daniel, o filho mais velho de Seu Barriga.

Família

Atualmente, Seu Barriga estava separado da esposa, mas mantinha diálogo com ela. De acordo com parentes, ele teve outros três relacionamentos dos quais nasceram três filhos, entre eles Marivaldo Daniel, conhecido por Pimbinha, o mais velho da família, que é casado e reside em Brejão da Caatinga.

Fotos/vídeo: Leandro Daniel

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

nove + 13 =