imagem ilustrativa

A cidade de Campo Formoso (BA) passou a ser afetada com a greve dos vigilantes de agências bancárias, nesta quarta-feira (11). O movimento iniciou ontem (10) em  Juazeiro (BA), pede aumento de 8% e alega que desde o ano de 2018 não recebe reajuste salarial.

Segundo o diretor do Sindicato dos Vigilantes da Bahia (Sindivigilante), Orisvaldo Pereira, os profissionais descartaram a contraproposta ofertada pelos patrões.

“Estamos há dois anos sem aumento salarial. Este ano a gente pedia 8% devido a perda de inflação e do INPC do ano passado, e deram 1,5%, e nós não aceitamos. Houve doze rodadas de negociações com o patronal na Justiça do Trabalho, e não teve acordo, e a única salvação foi a greve. Espero que a população de toda Bahia entenda (sic)”, comentou o diretor Orisvaldo.

Profissionais que atuam nos municípios de Itiúba (BA), Filadélfia (BA), Ponto Novo (BA) e Pindobaçu (BA) também vão aderir ao movimento nesta quinta-feira (12).

Não há previsão de término da greve, segundo a categoria.

Por: Sérgio Sátiro/Leandro Daniel/Notícias iMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

13 − 9 =