Um vídeo gravado há cerca de duas semanas por um radialista de Serrolândia (BA), localizada na região de Jacobina (BA), deu visibilidade às dezenas de fábricas de bolsas e bonés no município e estimulou a produção em massa de máscaras usadas na proteção de Covid-19.

Em entrevista ao blog Notícais iMais nesta segunda-feira (13), o radialista Pedro Filho afirmou que o objetivo do vídeo caseiro produzido dentro de uma fábrica era apenas  despertar o governo federal a comprar máscaras confeccionadas na Chapada Diamantina.

“O vídeo ultrapassou os limites. Nosso objetivo era chamar atenção do presidente da república que no Brasil existem fórmulas de ser resolver o problema internamente. Mas, ele [vídeo] chegou aos supermercados,  em salão de beleza, igrejas, Ongs, aos pequenos, e os pequenos precisam de máscara de proteção(…). Mais de 5 mil visualizações”, contou Pedro.

Ainda de acordo com o radialista, os empreendimentos de de Serrolândia (BA) têm estrutura suficiente para alterar a linha de produção durante a pandemia, neste caso, deixariam de confeccionar bonés, brindes, bolsas e camisa para fabricar insumos hospitalares.

“As fábricas têm condição de modificar de bolsar para máscaras para insumos hospitalares, porque aqui já existem os que fazem este tipo de material para clientes algum tempo, só que pouca coisa, e agora aumentou”, relatou.

Um dos empresários que não quis revelar a identidade agradeceu ao radialista Pedro Filho e reforçou que registrou o crescimento pela procura do serviço após o compartilhamento do vídeo.  “O vídeo foi uma ideia genial, foi colocado na hora certa, deu animo aos fabricantes que estavam desesperançosos, fazendo nossas fabricas voltarem a funcionar”, mencionou.

 

Por: Macário/Leandro Daniel/Notícias iMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

três × 5 =