O Laboratório de História e Cultura Afro-brasileira e Currículo Mariinha Rodrigues (LahAfro) do Departamento de Educação (DEDC) do Campus VII da UNEB realiza amanhã (23), às 19h, a live “Reflexões sobre o racismo estrutural e cotidiano no Brasil”. Com transmissão pelo canal LahAfro no YouTube.

A live tem o objetivo de fomentar a discussão sobre o racismo e seus impactos na vida dos brasileiros. O debate conta com a participação da doutora em Estudos Étnicos e Africanos e coordenadora geral dos Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) do IF Baiano, Nelma Barbosa; e da também doutora em Estudos Étnicos e Africanos e professora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Cristiane Batista. Com mediação do doutor em Educação em Ciências e Matemática e professor do IF Baiano, José Aurimar Angelim.

O LahAfro, coordenado pelas professoras do Campus VII da UNEB, Carmélia Miranda e Eliana do Sacramento, vem promovendo discussões sobre as consequências do racismo no Brasil. A professora Carmélia Miranda explica que “O racismo estrutural está impregnado dentro de nós e se expressa através da naturalização do comportamento, ações, hábitos, situações, falas e pensamentos que já fazem parte da vida cotidiana do povo brasileiro, e que promovem, direta ou indiretamente, a segregação ou o preconceito racial”.

Dessa forma, é importante que todas as pessoas, não somente os negros, mas toda população brasileira, compreendam o significado do racismo estrutural “para que possamos lutar contra ele, pois não podemos nos silenciar e achar que não existe racismo no Brasil”, esclarece Carmélia.

Link de acesso ao canal do LahAfro no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=LOSPfVVTDRc.

Por: Lorena Simas/Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/UNEB)

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

14 − três =