Nas últimas décadas, pesquisadores vem descobrindo que a depressão maior está associada com uma inflamação crônica, estresse oxidativo e danos microscópicos no nível neural. Devido seus efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, ambos demonstram proteger contra uma série de condições degenerativas. Este papel protetor é muito importante para a saúde geral do cérebro e está positivamente associado ao tratamento coadjuvante para condições de depressão e ansiedade.

A curcumina se mostra estimulante da plasticidade neuronal, diminui significativamente o cortisol e a inflamação, bem como os escores de classificação da depressão.

O açafrão reduz ansiedade e depressão, inclusive em pacientes em uso de antidepressivos.

Ambos quando incorporados no nosso dia a dia, ajudam a reequilibrar nossos sistemas, reduzir a inflamação e nutrir nossa saúde geral.

 

Por: Nutricionista Raiane Rios

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

12 + quatro =