O Departamento de Educação (DEDC) do Campus VII da UNEB realiza o “Bate Papo: PIBID Biologia” nesta quinta-feira (30), às 16h, com transmissão pelo perfil no Instagram @pibid1. A discussão visa abordar sobre a importância do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), a proposta do projeto “PIBID Biologia: Metodologias participATIVAS para o ensino de ciências/biologia na educação básica” para 2020-2022, os critérios de seleção e a documentação necessária. O projeto selecionará 24 bolsistas.

O PIBID oferece bolsas de iniciação à docência aos alunos de cursos presenciais que se dediquem ao estágio nas escolas públicas. “Entendemos que a vivência no chão da escola concede a(o) futuro(a) professor(a), a consciência de como seu trabalho será desenvolvido, proporcionando diferentes alternativas para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem em ciências e que foge do modelo de ensino enrijecido e carente de significado”, ressalta a professora e coordenadora do PIBID Biologia do Campus VII da UNEB, Maria José Pinho.

A live também abordará sobre a nova realidade dos programas de formação docente, pois com a pandemia do novo coronavírus, as medidas de distanciamento social, e, consequentemente, a suspensão das aulas presenciais, o PIBID e o Residência Pedagógica (RP) serão adaptados ao uso da mediação tecnológica. É importante destacar também que, além da suspensão das aulas, a pandemia ocasionou a redução dos investimentos na Educação e, portanto, nos programas de formação de professores.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) entende que para que o PIBID e o RP iniciem, a graduação das Instituições de Ensino Superior (IES) e a educação básica com suas escolas parceiras, devem estar funcionando, mesmo que remotamente, devido ao contexto. Os programas devem continuar seguindo sua concepção e o que dizem os editais, que preveem a interação constante entre os dois espaços de formação.

Assim, diante o contexto pandêmico, “Todos os coordenadores do PIBID e RP da UNEB entendem que o momento é delicado, mas esses programas foram conquistas e são instrumentos em prol da Educação”, explica Maria José.

Fonte: Lorena Simas/ Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dezenove + dez =