Foto: Correio do Povo

Com o objetivo de discutir a criação de um protocolo comum de retorno às aulas, dirigentes da Secretaria da Educação do Estado (SEC) e secretários de Educação da Região Metropolitana de Salvador se reuniram, nesta quarta-feira (12), no auditório da SEC, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Mesmo ainda não tendo data definida para a retomada do ano letivo, o objetivo é ampliar o diálogo com todos os segmentos da Educação na Bahia sobre o planejamento de volta às escolas.

O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, reforçou o compromisso do Estado, neste processo de diálogo e escuta, para uma construção coletiva. “No diálogo com os secretários municipais de Educação da RMS, buscamos conhecer como cada um está tratando sua rede de ensino e discutimos um protocolo de retorno às aulas de forma uniforme. Esta também foi uma solicitação dos municípios da Região Metropolitana para que, juntos, possamos construir as melhores respostas para os jovens e crianças que poderão retornar quando for possível”, afirmou.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito, apresentou, durante a reunião, a proposta de protocolo que está sendo construída para a rede estadual de ensino, envolvendo questões sanitárias, de infraestrutura e do pedagógico, e falou sobre os encaminhamentos. “Este encontro foi muito importante porque a gente está buscando construir uma alternativa de retomada das aulas presenciais junto com os municípios. Estamos procurando entender quais são as particularidades e dificuldades para trazer um protocolo comum que dê segurança para as famílias, os estudantes e os educadores”, afirmou.

O secretário municipal de Educação de Salvador, Bruno Barral, avaliou estas tratativas para um protocolo comum entre Estado e municípios. “Esta é uma excelente iniciativa. Acho que damos um exemplo para todo o Brasil, sobretudo com a interação entre a capital e o Estado, na tentativa de tomar decisões suprapartidárias. A ideia é uma troca de experiências para tratar os assuntos do protocolo para que fique bom para todas as áreas. É através do diálogo que a gente constrói uma educação de qualidade”, contou.

A secretária municipal de Educação de Camaçari, Neurilene Ribeiro, reafirmou a necessidade dos municípios atuarem em regime de colaboração. “É importante os municípios contribuírem junto a um grupo de trabalho para pensar no protocolo de retorno às aulas e refletir sobre técnicas curriculares que possam ser usadas durante e na pós-pandemia. Camaçari está trabalhando na infraestrutura das escolas e questões sanitárias para dar segurança à comunidade escolar e esta integração da Região Metropolitana é fundamental”.

Para a secretária municipal de Educação de Madre de Deus, Leila Lima, o encontro foi interessante para conhecer o planejamento desenvolvido pelo Estado. “A reunião foi muito produtiva, pois pudemos conhecer um diagnóstico da situação e como outros municípios estão pensando este protocolo. Ficou claro que podemos contribuir para a retomada das aulas, mas de forma segura para todos”, disse.

O encontro, que teve ainda as participação do chefe de gabinete da SEC, Cezar Lisboa, e de técnicos das superintendências do órgão, foi realizada com a adoção de todas os protocolos de segurança necessários.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Governo da Bahia

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

4 × três =