A crise na produção e comercialização do sisal, as condições de trabalho e as relações com governos em busca de políticas de investimentos são alguns dos assuntos que vão pautar o I Encontro de Sisaleiros da Região de Tiquara (INSIRT), zona rural de Campo Formoso (BA), a partir das 9h deste domingo (22).

O evento é idealizado pelo Centro Educacional Comunitário da Associação de Tiquara (CECAT). Ele irá acontecer na sede da própria instituição de ensino sem custos para os participantes.

Numa entrevista veiculada na rádio 98 FM nesta quinta-feira (19), o diretor do CECAT, Heracliton Neves Araújo, conhecido por professor Herinho destacou a atuação do Ministério Público do Trabalho (MPT), após identificar precariedades na produtividade do agave na região de Jacobina (BA).

Pretendemos neste encontro com mais clareza sobre a ação do Ministério Público do Trabalho em campos de sisal nos municípios de Várzea Nova (BA), Jacobina (BA) e Mulungu do Morro (BA). A ideia é construir proposições sobre a regularização da atividade sisaleira em nossa região de modo a dar continuidade a essa atividade, porém garantido melhor qualidade de vida dos sisaleiros”, comentou o professor Herinho.

As inscrições podem ser feitas no endereço do 1º INSIRT.

Por: Leandro Daniel/Notícias iMais

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

6 + dezesseis =