Entender as possíveis implicações ligadas ao portador de alguma Infecção Sexualmente Transmissível em relação ao processo de doação de órgãos é o objetivo da live “Doe Vida Convida”, que, em alusão ao dezembro vermelho, traz a temática “As infecções sexualmente transmissíveis contra indicam o processo de doação de órgãos?”. A discussão acontece na próxima quinta-feira (09), às 18h30, com transmissão pelo perfil no Instagram @doevida1.
A live realizada pelo projeto de extensão Doe Vida do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB, conta com a participação da enfermeira e secretária da vigilância epidemiológica de Petrolina-PE, Marlene Leandro, com mediação da professora do Campus VII da UNEB e orientadora do grupo Doe Vida, Joice Requião.
O dezembro vermelho visa reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com portadores do vírus da AIDS. “O projeto Doe Vida além de debater sobre a importância do mês da conscientização e combate à AIDS, trará as implicações que envolvem o processo de doação de órgãos nos casos de HIV e algumas outras infecções sexualmente transmissíveis”, destaca Joice.
Por: Lorena Simas/Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)
Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

treze + catorze =