A VIDA é INDISCUTIVELMENTE um MISTÉRIO insondável. VIVER ultrapassa toda lógica humana.

Precisamos admitir que nem sempre compreendemos os acontecimentos no decorrer da nossa jornada terrena. A ESSÊNCIA existencial não compete a nós seres humanos entendermos.

Quanto mais tentamos discernir esse SEGREDO negado à nossa inteligência, mais interrogações surgirão.

A EXISTÊNCIA é uma complexidade repleta de SIMPLICIDADE, e coisas SIMPLES se entende com o coração, não com razão. E ninguém melhor para esclarecer esse enigma do que o AUTOR da VIDA: DEUS! Somente Ele pode REVELAR a VERDADE.

Certa vez, eu estava em busca da AUTENTICIDADE que rege os DESÍGNIOS do ALTÍSSIMO escondidos pelo UNIVERSO, encontrava-me cheia de questionamentos, e a explicação das pessoas a respeito desse assunto não me convencia.

Então fui buscar a DEUS com todo o meu SER para Ele responder às minhas inquietações, porque eu queria VIVER em PAZ comigo mesma e com todos ao meu redor.

Recordo-me que era uma LINDA noite de lua cheia, o CÉU estava todo estrelado irradiando LUZ e eu estava no sítio me deliciando com o SILÊNCIO daquele SINGELO lugar. E para completar a PERFEIÇÃO da NATUREZA DIVINA, uma BRISA leve tocava meu rosto e embalava meu cabelo, acalmando toda a minha agitação. Mesmo sem entender, eu não ousava questionar nada, até mesmo as coisas que eu julgava entender.

Ao dormir, apaguei em um sono profundo, SONHEI que estava no CÉU, e parecia um caminho. Quando eu olhava para trás, entendia minha VIDA inteira, percebia e compreendia que tudo, exatamente tudo que tinha vivido, encaixava-se como um quebra-cabeça. Quando eu olhava para frente, conseguia ver meu FUTURO e de algumas pessoas, até o meu próprio fim.

Tudo isso foi um DESPERTAR de DEUS para as respostas que eu procurava. A EXPERIÊNCIA do CÉU foi tão PROFUNDA que parecia que meu colchão flutuava durante madrugada. É porque DEUS tem o PODER de tornar tudo LEVE, inclusive nos fazer VOAR!

Depois da visão que presenciei naquele dia, posso afirmar: DEUS não tem EXPLICAÇÃO, ninguém O compreende. Ele é grande demais para caber em nossa cabeça.

Por: Jornalista Jill Muricy

Compartilhar :

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dois × cinco =