Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Com um gol sofrido nos minutos finais da partida, o Brasil conheceu sua primeira derrota na Copa do Mundo. Aboubakar marcou aos 48 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória de Camarões por 1 a 0, pela última rodada do Grupo G. Ainda assim, a Seleção Brasileira garantiu a primeira colocação da chave, por ter mais saldo de gols que a Suíça – que venceu a Sérvia por 3 a 2.

Apesar das boas chances criadas ao longo da partida, o time reserva escalado pelo técnico Tite não conseguiu abrir o marcador.

“Vira-Vira”: Suíça sai na frente, sofre virada, mas garante vitória contra a Sérvia e se classifica para as oitavas

O jogo marcou as estreias dos baianos Daniel Alves e Bremer na Copa do Mundo do Catar.

As oitavas de final contra a Coreia do Sul serão na próxima segunda-feira (5), às 16h, no Estádio 974.

O JOGO

A primeira chance surgiu aos 13 minutos. Fred fez belo lançamento na área e Gabriel Martinelli cabeceou no contrapé de Epassy, que fez grande defesa.

Mais tranquila do que nos dois últimos jogos, a Seleção criou novamente aos 21. Após cruzamento na área, Gabriel Jesus dominou e a bola sobrou para Fred, que tentou de direita, por cima do gol.

O lateral-direito Daniel Alves também teve sua chance. Aos 32 minutos, o baiano cobrou falta na entrada da área. Por cima do gol. Ele é o jogador mais velho a atuar pelo Brasil em uma Copa do Mundo (veja aqui).

Aos 37, mais uma boa jogada do Brasil. Martinelli arrancou pelo meio e encontrou Antony na direita. O ponta cortou para dentro e chutou colocado. Epassy estava esperto para defender.

Um dos destaques do primeiro tempo, Martinelli criou outra oportunidade aos 46. O ponta arrancou para dentro e chutou forte de direita. O goleiro defendeu com dificuldades.

Na sequência, Rodrygo recebeu a bola rasteira vinda do escanteio e chutou com muito perigo à meta adversária.

A parte final reservou um susto para os brasileiros. Mbeumo recebeu no alto sozinho na área e cabeceou para o chão. Ederson fez uma defesa espetacular.

Segundo tempo

A etapa final começou com outro susto para o Brasil. Aos cinco minutos, Aboubakar pegou a sobra do escanteio pela esquerda, dentro da área, e mandou uma bomba cruzada. A bola passou perto da trave direita de Ederson.

Além disso, o lateral-esquerdo Alex Telles sentiu uma lesão no joelho e teve de sair do jogo. Vale lembrar que o titular da posição, Alex Sandro, não jogou justamente por estar machucado.

Gabriel Martinelli, sempre ele, foi quem respondeu aos 10 minutos. Após receber bola em profundidade, o ponta avançou, cortou para o meio e chutou colocado. Epassy defendeu de novo.

Na sequência, Éder Militão recebeu dentro da área e chutou de esquerda. O goleiro se atrapalhou todo, mas conseguiu mandar para escanteio.

Pressionando, o Brasil ficou muito perto do gol novamente aos 13. Após cobrança de escanteio. Bremer subiu junto com o goleiro e quase marcou.

Camarões voltou a aparecer aos 32 do segundo tempo. Ntcham chutou de fora da área e obrigou Ederson a cair para fazer boa defesa.

Aos 39, Raphinha fez bela jogada pela direita e cruzou na boca do gol. Bruno Guimarães chegou na dividida e mandou a bola para fora.

As chances desperdiçadas cobraram seu preço. Aos 48 do segundo tempo, Aboubakar marcou o gol da vitória de Camarões, de cabeça. Ele foi expulso após comemorar o gol tirando a camisa.

Bruno Guimarães e Martinelli ainda tiveram chances claras de empatar o jogo, mas não conseguiram.

FICHA TÉCNICA

Camarões 1 x 0 Brasil
Copa do Mundo – 3ª rodada (Grupo G)
Local: Lusail, Catar
Data: 02/12/2022
Horário: 16h
Árbitro: Ismail Elfath (EUA)
Assistentes: Kyle Atkins e Corey Parker (ambos dos EUA)
Quarto assistente: Ma Ning (CHI)
VAR: Alejandro Hernandez (ESP)
AVAR: Juan Martines (ESP)
Cartões amarelos: Tolo, Kunde, Fai e Aboubakar (Camarões) / Éder Militão e Bruno Guimarães (Brasil)
Cartão vermelho: Aboubakar (Camarões)
Gol: Aboubakar (Camarões)

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Éder Militão, Bremer e Alex Telles (Marquinhos); Fabinho, Fred (Bruno Guimarães) e Rodrygo (Éverton Ribeiro); Antony, Gabriel Jesus (Pedro) e Martinelli. Técnico: Tite.

Camarões: Epassy; Fai, Wooh, Ebosse e Tolo; Anguissa, Kunde (Ntcham), Mbeumo (Ekambi), Ngamelu (Mbekeli) e Choupo-Moting; Aboubakar. Técnico: Rigobert Song.

Compartilhar :

Comentar com Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui