Fazendeiro é preso no Pará suspeito de ameaçar presidente — Foto: Reprodução/Redes sociais

Arilson Strapasson, preso por suspeita de ameaçar o presidente Lula, já foi autuado por crimes ambientais pelo Ibama e levou multas de R$ 625 mil por desmatamento na Amazônia.

Fazendeiro, o bolsonarista já atuou também como garimpeiro, participou e financiou atos golpistas no Pará, segundo ele mesmo informou à Polícia Federal quando foi preso na quinta-feira (3) por suspeita de ameaça contra o presidente Lula.

Ele relatou aos policiais que invadiu a Câmara de Deputados em 8 de janeiro e participou e financiou manifestações em frente a um quartel em Santarém. Já as multas foram por desmatamento em 2015 e 2020 na região de Novo Progresso, segundo o Ibama (Leia mais abaixo).

Compartilhar :

Comentar com Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui